Category Archives: Fracassos

Pelo menos esta palhaçada acabou já aqui!

Homens da Luta eliminados na primeira semifinal da Eurovisão

O grupo Homens da Luta, que representou Portugal no festival da Eurovisão, foi eliminado esta noite na primeira semifinal do concurso de música europeu.

Estiveram em competição músicas de 19 países mas apenas 10 passaram à final, que se disputa no próximo sábado, em Dusseldorf, na Alemanha.

Lusa / SOL


Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Fracassos, Política Caseira, Portugal

Ainda há quem duvide!

“Ponham os socialistas a governar o Sahara e, passado seis meses, estão a precisar de importar areia”

por Fernando Moreira de Sá

Via Albergue Espanhol

Deixe um comentário

Filed under Democracia, Desesperados, Fracassos, Política Caseira, Portugal

Um verdadeiro artista…

Münchau

Sócrates protagonizou “momento de tragicomédia nesta crise”

Económico

Para Wolgfang Münchau, colunista do Financial Times, as elites políticas europeias têm medo de dizer a verdade.

Num artigo intitulado “Os problemas políticos por detrás de uma reunião não-tão-secreta”, Münchau dedica alguns parágrafos do texto a Portugal, afirmando que “José Sócrates, o primeiro-ministro, escolheu adiar o pedido de ajuda até ao último minuto. O seu anúncio, na semana passada, foi um momento de tragicomédia nesta crise”.

O primeiro-ministro falou ao País na passada terça-feira, quando terminaram as negociações com a ‘troika’ internacional, tendo, no entanto, revelado muito pouco sobre as medidas efectivas que constavam no memorando de entendimento.

“Com o País à beira da extinção financeira ele [Sócrates] afirmou na televisão nacional que conseguira um melhor acordo do que os que foram feitos com a Irlanda e a Grécia. E ainda acrescentou que o acordo não causaria grande sofrimento”, relata Münchau.

“Quando os detalhes foram revelados, uns dias depois, pudemos ver que nada disto era verdade”, escreve o editor da publicação britânica.

“Não se pode gerir uma união monetária com as vontades de José Sócrates ou com ministros das Finanças que espalham rumores sobre uma possível ruptura”, diz ainda Münchau, remetendo para o tema quente da agenda de sexta-feira passada: a reunião dos ministros das Finanças da zona euro onde, alegadamente, se teria discutido a saída da Grécia da união monetária.

“O problema é que a União Europeia é politicamente incapaz de lidar com uma crise que se tornou contagiosa e que tem potencial para criar elevados danos colaterais”, argumenta o autor.

No mesmo artigo, o responsável do FT sublinha ainda a quantidade de informação contraditória que surgiu na passada sexta-feira, desde os rumores de que a Grécia poderia abandonar a zona euro, à reunião “não-tão-secreta” dos ministro das Finanças da região. “Eles [os líderes da UE] nem conseguem organizar uma reunião privada. Como podem, então resolver uma crise de dívida?”, questiona.

“As elites políticas europeias têm medo de dizer a verdade que os economistas históricos sabem desde sempre: a de que uma união monetária sem uma união politica é simplesmente inviável”.

Via Económico

Deixe um comentário

Filed under Cidadania, Democracia, Desesperados, Fracassos, Política Caseira, Portugal

Ainda bem…

“Estou agradecido por o Governo ter caído e o PEC IV ter sido chumbado”

Adorei ouvir os membros da “troika” dizerem, na conferência de imprensa, que o PEC IV, era uma boa base de trabalho mas não chegava. Porque só trabalhava a receita (portanto os impostos), sem que viesse com um projecto de reformas estruturais de fundo. Ou seja, a seguir ao PEC IV muitos se seguiriam. Eu que temi a vinda do FMI; digo hoje que me enganei, porque ainda bem que a troika está a tomar conta deste país,  gerido por oportunistas e habitado por preguiçosos.

Via Corta-fitas

Deixe um comentário

Filed under Cidadania, Fracassos, Política Caseira, Portugal

De joelhos e de mão estendida ao fim de 37 anos.

Foi um dia de alegria há 37 anos!

Hoje estamos mergulhados num  pesadelo sem fim à vista!

E ninguém se interroga do “porquê?



Deixo aqui duas opiniões insuspeitas:

Mário Soares: “Portugal ajoelhou”

Se soubesse como o País ia ficar, não fazia a revolução

Otelo Saraiva de Carvalho

 

 


Deixe um comentário

Filed under Democracia, Fracassos, Política Caseira, Portugal

O medo paira sobre Luanda.

Detenções em Luanda horas antes da manifestação anti-Governo

Cerca de 20 pessoas, entre eles um músico e jornalistas do Novo Jornal, foram esta madrugada detidas pela polícia em Luanda quando se concentravam na praça 1. de maio para uma manifestação anti-Governo.

O “rapper” angolano “brigadeiro Mata Frakus” e toda a equipa do Novo Jornal estão detidos no Comando Provincial de Luanda desde o início desta madrugada, segundo o portal electrónico Angola 24horas.

O Movimento para a Paz e a Democracia em Angola (MPDA) exigiu, através de um comunicado, a “libertação urgente e incondicional” dos detidos.

“Exigimos que ‘Brigadeiro Mata Fakus’ e toda a equipa do Novo jornal, nomeadamente Ana Margoso, Pedro Cardoso, Afonso Francisco e Idalio Kandé, sejam postos em liberdade antes da realização das manifestações”, refere o MPDA em comunicado ao alertar que, “caso contrário, vai tomar medidas repressivas que poderão pôr fim a diplomacia angolana no exterior”.

“O MPDA poderá proceder à convocação de uma marcha geral nos próximos dias, caso o governo corrupto não aja dentro do prazo e dentro da lei estabelecida naquela república das bananas”, acrescentou.

Ao condenar a “política de intolerância e de violação dos direitos humanos levada a cabo pelo regime ditatorial” e as “prisões arbitrárias, extrajudiciárias e todo o tipo de acção de intimidação e humilhação contra as populações angolanas”, o MPDA reiterou o apelo à população angolana a participar na manifestação convocada para hoje.

“O MPDA faz apelo às massas angolanas que, no interior e no exterior, enfrentam com bravura, coragem, determinação patriótica e heroísmo, para reiterarem o apoio aos nossos irmãos e irmãs vítimas do regime ditatorial dirigido pelo José Eduardo dos Santos”, realça o comunicado.

“Pedimos sobretudo à diáspora angolana, na Europa, nos Estados Unidos, Brasil, África do sul e na Ásia, para redobrar as suas reivindicações e acções junto da comunidade internacional para exigir a libertação urgente e incondicional dos nossos irmãos e irmãs”, acrescentou.

O MPDA considera “justas e necessárias” as manifestações dos angolanos para a “liberdade e salvaguarda da soberania da nação (angolana), desde que aquelas estejam dentro da lei e sejam aprovadas em unanimidade pelo partido da situação”.

A manifestação vai decorrer apesar das detenções, disse o coordenador do protesto citado por aquele portal.

O protesto anti-governamental, convocado anonimamente através das redes sociais, SMS e em vários sitos da Internet, está marcado para hoje em Luanda, embora responsáveis do MPLA já tenham garantido que o protesto não se vai realizar.

À Lusa, Dias Chilola, um dos organizadores, afirmou no domingo que as pessoas vão sair as ruas para se manifestarem de “forma pacífica e em liberdade”, apesar dos discursos “intimidatórios e demagógicos” que dirigentes do MPLA e governantes proferiram nos últimos dias. Discursos que, segundo angolano de 45 anos, residente em Lisboa, “já não pegam”.

“Queremos viver a democracia, mas também que a democracia chegue a nós. Que as pessoas escolhidas nos expliquem quais os passos que estão a dar no sentido de melhorar essa democracia. E é por isso que vamos marchar”, afirmou Chilola, salientando que a manifestação é “um direito democrático”.

O anúncio da manifestação levou o Governo angolano a tomar medidas para minimizar a contestação por parte das forças armadas e polícia, designadamente o pagamento de salários em atraso, envio de alimentos em falta há seis meses para casa de militares e promoção de outros oficiais.

in Sapo.pt

Deixe um comentário

Filed under Angola, África, Direitos Humanos, Fracassos, Sociedade

Major General Jaime Neves

25 de Novembro de 1975

Golpe militar que pôs fim à influência da esquerda militar radical no período revolucionário iniciado em Portugal com o 25 de Abril de 74.
O Coronel Jaime Neves, Comandante do Regimento de Comandos da Amadora, foi uma figura preponderante dos operacionais, que merece ser recordado nesta data.

UM OBRIGADO MUITO SINCERO!

Deixe um comentário

Filed under Comunismo, Direitos Humanos, Fracassos, História, Portugal, Sociedade