A origem…

“Na origem do endividamento público gigantesco estão opções políticas erradas em que o ministro, o primeiro-ministro ou presidente de câmara gastou dinheiro dos impostos das pessoas, endividou a câmara e o país no seu benefício político directo, ou seja, para ganhar as próximas eleições”, afirmou o presidente da Câmara do Porto.

Rui Rio falava no Porto, no 1º Congresso Internacional “Ciência, Empreendedorismo e Empregabilidade”, sustentando que foi isto “que aconteceu no país e à escala municipal, em muitas câmaras municipais, ao longo dos anos”.

Ler tudo: Económico  

A propósito de dívida pública recomenda-se este pequeno ensaio onde Paulo Trigo nos demonstra em duas partes o que deve ser feito com a Dívida e com a Democracia. Dado que a Dívida pode acabar com a Democracia ou pelo menos remetê-la para um lugar secundário com todos os perigos, que podem daí advir.

Deixe um comentário

Filed under Democracia, Política Caseira, Portugal

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s