Ainda há gente com coragem a escrever, sem meias tintas.

Os inefáveis nomes da Censura

Thursday, June 3, 2010

Lendo hoje o “i”, deparei com esta notícia:
A Presidência da República da Venezuela decretou a criação de um novo Centro de Estudo Situacional da Nação (Cesna), que terá como função compilar, processar e analisar permanentemente a informação de órgãos estatais sobre aspetos de interesse nacional.
O decreto de criação do Cesna foi publicado na Gazeta Oficial 39436, que hoje circulou em Caracas, dependendo o novo organismo do Ministério do Poder Popular para as Relações Interiores e Justiça.
Há 35 anos tive que lidar com uma criatura que controlava em Luanda um aparelho semelhante – o inefável comandante Correia Jesuíno.
Jesuíno era um psicopata do controlo dos media. Das vezes que me dei ao trabalho de ir à Cidade Alta ouvir as reclamações que ele tinha contra o jornal (primeiro “a provincia de Angola”, depois tornado por nós em “Jornal de Angola”) éramos forçados a dar explicações sobre intenções que só existiam na cabeça dele e dos mentecaptos (um deles, vendedor de mobílias promovido a censor, teve mais tarde um cargo importante na censura do regime angolano, antes de um cancro no cérebro ter livrado a Humanidade de tão sinistro personagem) que o acolitavam.
Como todos as figuras desse jaez, era de facto poderoso. Uma ordem dele significava deportação, prisão, rapto. São disso exemplo o que aconteceu a João Fernandes e depois a Joaquim Castro Lopo.
Depois de demonstrar ser o executor ideal para tão vis funções, regressou a Portugal e foi promovido a ministro da Comunicação Social. Por lá continuou a exercer o seu vil mister até ser corrido quando a maioria dos portugueses caiu em si e decidiu que já chegava de insanidade.
É interessante notar que ao procurar para ilustrar este post fotografia da criatura que tão poderosa foi durante uma dúzia de meses, o Google não me conseguiu encontrar uma que fosse…
Obrigado Pitigrili
Advertisements

Deixe um comentário

Filed under Angola, África, Blogs, História Ultramarina

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s